Realizado o XIX Congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul 1

Realizado o XIX Congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul 1

Sight_2016_07_10_110948_414

Aconteceu no Colégio Marista de Ribeirão Preto, nos dias 8, 9 e 10 de julho de 2016, a 19ª edição do congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul 1, com o tema “O amor é nossa missão: a família plenamente viva” e o lema “Misericordiosos como o Pai”. Mais de 250 participantes, entre bispos, padres, religiosas e leigos estiveram presentes no encontro.

Foram seis conferências que abordaram temas atuais sobre o Magistério da Igreja, cultura e comportamento. Na sexta-feira à noite, dom João Bosco Barbosa de Souza, bispo da Diocese de Osasco e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF), discorreu sobre o tema “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”, que foi o tema da assembleia ordinária do Sínodo dos Bispos, realizada em 2015. O bispo apresentou as referências históricas e documentais que resultaram na composição da exortação apostólica pós-sinodal lançada em 19 de março e publicada em 8 de abril de 2016, Amoris Laetitia.

No sábado, o cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer falou propriamente sobre a exortação, indicando diversos pontos de ação pastoral e o quanto o documento, que nada tem de novidade, aponta para um cuidado de pastor com os que já estão inseridos na Igreja e sobre como é importante acompanhar, discernir e integrar a fragilidade, como afirma Papa Francisco. Dom Odilo ainda apontou algumas situações onde essa caridade pastoral pode ajudar as pessoas a fazer a experiência do encontro com Cristo.

Ainda na manhã do sábado, monsenhor Moacir Silva Arantes, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, e recém nomeado bispo auxiliar para a Arquidiocese de Goiânia, apresentou o tema “Por uma Pastoral Familiar em saída, alinhada com a Misericórdia do Pai”. Ali ele apresentou os diversos aspectos do trabalho que atualmente a Pastoral realiza e que novas atividades ou atitudes deverão ser tomadas para que efetivamente os serviços pastorais para as famílias atinjam seu objetivo.

Após o almoço, duas conferências trataram sobre cultura e comportamento. O casal André Kawahala e Rita Massarico Kawahala, agentes de formação do NUFESP – Núcleo de Formação e Afetividade da Pastoral Familiar do Regional, abordaram o tema “A família e as novas mídias”, onde apresentaram um panorama sobre a tecnologia, a Internet e as Redes Sociais e quais seus impactos sobre a cultura familiar e o comportamento pessoal dos membros de uma casa. Falaram sobre as luzes e sombras que hoje incidem sobre cada família e que atitudes os pais devem tomar para bem aproveitar os avanços tecnológicos e virtuais, sem se perderem no meio do turbilhão desse novo ambiente de comunicação. Já o casal Thiago Simpliano da Silva e Ana Paula do Couto Simpliano falaram sobre um tema que sempre assombra os lares: “Família, dependência química, causas e encaminhamentos”. Thiago apresentou os diversos tipos de drogas, falou sobre as reações e também sobre como identificar se um membro da família está fazendo o uso de drogas. Falou sobre as reações, mas frisou que cada caso é diferente. Falou sobre sua experiência com o vício, pois ele mesmo é um dependente químico em tratamento, e sobre o trabalho que desenvolve no Instituto pe. Haroldo, em Campinas. Ana Paula deu seu testemunho de caminhada junto com Thiago.

No domingo, a última conferência, realizada por pe. Paulo Afonso Alves Sobrinho, sacerdote da Diocese de Guarulhos e professor da Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo, abordou o Motu Próprio  Mitis Iudex Dominus Iesus, que fez alterações nos cânones referentes ao Tribunal Eclesiástico e deu novas determinações para o atendimento dos processos de pedido de declaração de nulidade do Sacramento do Matrimônio. O sacerdote descreveu os passos de um processo como um todo e foi apontando as diferenças que o documento trouxe para esse trabalho.

A coordenação da Pastoral Familiar, antes do encerramento dos trabalhos anunciou que a sub-região Ribeirão Preto 2 (RP2) acolherá o XX Congresso da Pastoral Familiar. A equipe que organizou o evento em Ribeirão Preto entregou a imagem peregrina da Sagrada Família aos representantes do RP2, que a levarão consigo até 2018, quando será realizado o evento. Em 2017 não haverá Congresso no Regional devido à realização do XV Congresso Nacional que será realizado em Cuiabá (MT).

O encontro foi encerrado com a celebração da missa presidida por dom Paulo Roberto Beloto, bispo da Diocese de Franca e concelebrada por dom Emílio Pignoli, bispo emérito da Diocese de Campo Limpo e referencial da Pastoral Familiar do Regional Sul 1; por dom Moacir Silva, arcebispo de Ribeirão Preto e os demais padres presentes.

 

ABAIXO LINK PARA OS DOCUMENTOS E APRESENTAÇÕES


Slides do Congresso
Apresentação da abertura do Congresso
269 descargas

 


Família e Novas Mídias
Apresentação da palestra realizada no XIX Congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul 1, em 09/jul/2016, em Ribeirão Preto - Colégio Marista
207 descargas


Por uma Pastoral Familiar em saída, alinhada com a misericórdia do Pai
Palestra de Mons. Moacir Silva Arantes, assessor da CEPVF/CNPF e bispo auxiliar da Arquidiocese de Goiânia
249 descargas


Palestra de Dom João Bosco
Palestra proferida por dom João Bosco Barbosa de Souza no XIX Congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul-1
226 descargas

 

Atividades da Pastoral Familiar da Sub-Região Rp-2 e Diocese de São José do Rio Preto (SP)

Recebemos  do casal amigo José Roberto e Sandra, coordenadores da Pastoral Familiar da diocese de São José do Rio Preto (SP) e secretários da Sub-Região RP-2, as fotos de vários trabalhos da Pastoral Familiar.

\"\"Vide abaixo a mensagem:

Leia mais