CNBB lança série de vídeos sobre a Amoris Laetitia

CNBB lança série de vídeos sobre a Amoris Laetitia

al1

al2Está disponível no YouTube uma série com 35 vídeos falando sobre a Exortação Apostólica Pós-sinodal Amoris Laetitia, do Papa Francisco.al3

A série apresentada por dom João Bosco Barbosa, bispo da Diocese de Osasco e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, e por dom Francisco Carlos Bach, canonista e secretário do regional Sul 2, traz em vídeos curtos diversos aspectos sobre o documento que trata essencialmente do serviço pastoral que a Igreja deve oferecer às famílias, estejam elas em que situação estiverem.

Segundo a CNBB, “O material é resultado do encontro com membros da Pastoral Familiar paranaense e padres coordenadores da Ação Evangelizadora, ocorrido em março, em Curitiba. Na ocasião, constatou-se a necessidade de traduzir em formato digital o conteúdo central da Amoris Laetitia.”

O material é ótimo e deve ajudar os agentes de Pastoral Familiar e outros interessados na leitura do documento.

Acesse:

 

Fonte: CNBB

Assembleia Nacional da Pastoral Familiar abordará a “Amoris Laetitia”

Assembleia Nacional da Pastoral Familiar abordará a “Amoris Laetitia”

WhatsApp-Image-20160625

Acontece neste final de semana, 24 e 25/jun/2016, a 40ª Assembleia Ordinária da Pastoral Familiar, em Brasília (DF), com participação da presidência e assessoria nacional da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Na abertura da Assembleia, uma equipe de Cuiabá (MT) explicará os andamentos da organização do XV Congresso Nacional da Pastoral Familiar, que ocorrerá, no estado, no período de 8 a 10 de setembro de 2017. Haverá, ainda, balanço anual e demostrativos financeiros da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), com presença do administrador da Secren, Daniel S. Nonato e Silva.

No sábado, 25, o bispo de Camaçari (BA), dom João Carlos Petrini, fará exposição do tema central, com reflexão sobre a Exortação Apostólica “Amoris Laetitia”, do papa Francisco.

O assessor nacional e bispo eleito para a arquidiocese de Goiânia (GO), dom Moacir Arantes, explica que esta Assembleia será para definição do calendário de atividades dos próximos três anos, apresentação dos novos casais coordenadores regionais, além de reestruturação do Núcleo Pedagógico do INAPAF (Instituto Nacional da Família e da Pastoral Familiar).
Os participantes irão sugerir, ainda, recordar os pontos principais do Plano de Ação das atividades da Pastoral Familiar no Brasil.

“Desejo que seja momento de partilha e crescimento na unidade, entre os membros de nossa pastoral. Ficarei feliz se conseguirmos planejar nossas atividades para os próximos anos”, comenta dom Moacir.

WhatsApp-Image-20160625 (1)A Assembleia contará com a presença dos casais coordenadores regionais da Pastoral Familiar, padres assessores, bispos referenciais, representantes de movimentos, organismos e institutos de família e, membros da coordenação da Comissão Nacional, sendo o casal coordenador Roque e Verônica, do regional Oeste 2, e Marivone e Volnei, do regional Sul 4, vice-coordenadores.

Planejamento e ação
O bispo de Osasco (SP) e presidente da Comissão para a Vida e a Família, dom João Bosco Barbosa de Sousa, recorda que a Assembleia é momento oportuno para avaliar a caminhada da Pastoral Familiar na Igreja no Brasil, a partir das reflexões e motivações da Exortação Apostólica “Amoris Laetitia”.

“Para todos nós, pastores, casais, cristãos atuantes ou afastados, o papa tem, nesta palavra de Pai e Pastor de toda a Igreja, um ensinamento sólido, que vale a pena ser conhecido sem pressa, página por página, que vem trazer aos corações a alegria plena que Cristo entregou aos seus primeiros discípulos e a nós. A partir deste texto, queremos refletir sobre os grandes desafios que a família tem vivido. Continuamos a trocar experiências, em vista de organizar melhor a articulação da Pastoral Familiar nos regionais, dioceses e paróquias”, disse dom João Bosco.

A programação da Assembleia Nacional inclui, também, a avaliação dos trabalhos desenvolvidos em 2015, Semana Nacional da Família e Semana Nacional da Vida, prestação de contas da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), apresentação dos trabalhos dos regionais, entre outras atividades.

Nova coordenação nacional da Pastoral Familiar

\"Da

Conforme noticiado pelo site da Comissão Nacional da Pastoral Familiar – CNPF, ocorreu a 38ª Assembleia Nacional da Pastoral Familiar, em Brasília, nos dias 28, 29 e 30/mai/2014. Um dos pontos da pauta do evento foi a eleição da nova coordenação nacional.

Publicamos abaixo a notícia do site da CNPF sobre os novos coordenadores, Verônica Melz e Roque Rhoden, e os vices reeleitos, Marivone e Volnei Exterkoetter.

 

O casal Roque Rhoden e Verônica Melz, do regional Oeste 2, assume a coordenação nacional da Pastoral Familiar, e Marivone e Volnei Exterkoetter, do regional Sul 4, foram reeleitos vice-coordenadores, para o quadriênio 2014-2017. A eleição ocorreu durante a 38º Assembleia Ordinária da Pastoral Familiar, realizada entre os dias 28 e 30 de março, em Brasília.

O bispo de Camaçari (BA) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB, dom João Carlos Petrini, disse esperar que \”a Pastoral Familiar continue essa caminhada de crescimento e presença capilar em todas as dioceses\”. Segundo dom Petrini, \”a pastoral tem levado às regiões mais afastadas do Brasil a luz de Cristo sobre a família”.

De acordo com o assessor da Comissão Episcopal para a Vida e a Família e secretário executivo da Pastoral Familiar, padre Rafael Fornasier, a coordenação nacional eleita tem bastante trabalho pela frente. O assessor explica que a Comissão está em sintonia com os preparativos do Sínodo Extraordinário sobre a Família. “Estamos em sintonia com a Igreja na busca de caminhos abertos e novos para o serviço a família no Brasil por meio das atividades da Pastoral Familiar”, disse padre Rafael.

Na foto, os membros da Comissão Vida e Família e da Comissão Nacional da Pastoral Familiar: Roque e Verônica (coordenadores), Marivone e Volnei (vice-coordenadores), dom João Carlos Petrini (presidente), dom Antônio Augusto (membro), padre Rafael Fornasier (assessor) e dom Marcos Piatek (membro).

 

6a Peregrinação Nacional da Família e 4o Simpósio em Aparecida

\"Cartaz

Iniciada em 2009 com o nome de Peregrinação Nacional em Favor da Família, a reunião de fiéis em Aparecida (SP) para refletir e rezar pelas famílias do Brasil e do mundo, chega à sua sexta edição. Naquele já longínquo ano não tivemos um simpósio, mas uma catequese familiar conduzida por dom João Carlos Petrini, na época um dos conselheiros da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família, hoje presidente da mesma. Tudo começou no XII Congresso Nacional da Pastoral Familiar realizado no Rio de Janeiro, em 2008, quando dom Orlando Brandes, arcebispo de Londrina e então presidente da Comissão, anunciou um evento que mostraria a presença e a força da família brasileira, em um encontro que, com o tempo, viria a tornar-se uma tradição. A motivação do prelado era o Dia Internacional da Família, criado pela ONU em 1994, e comemorado no dia 15 de maio.

Na primeira edição tivemos cerca de 20 mil pessoas que se somaram aos fiéis que sempre estão presentes no Santuário Nacional, alcançando juntos a marca de 120 mil pessoas em visita à Aparecida naquele domingo, há cinco anos atrás.

Ano após ano, a peregrinação foi assumindo formas quase diferentes para reunir não somente a Pastoral Familiar, mas todos os movimentos, associações, serviços e demais grupos da Igreja Católica e da sociedade ligados à família e ao resgate de seus valores básicos – fé, educação cristã e verdadeiramente cidadã, fraternidade, solidariedade, caridade, justiça, paz, entre outros – e a defesa da vida que tem na família seu berço mais adequado e sua defesa mais legítima.

Neste ano de 2014, mais uma vez a Comissão Nacional da Pastoral Familiar organiza o encontro de fé e de formação – uma catequese para a família – com o tema “Família: caminhar com a luz de Cristo e a sabedoria do Evangelho”.

Dom Petrini disse ao site da CNBB que a Peregrinação “É um momento muito importante, não somente para rezar e apresentar as necessidades das nossas famílias à Virgem Maria, mas também para refletir e aprofundar sobre a nossa caminhada e perceber como a luz de Cristo pode iluminar a nossa realidade cotidiana de vida em família”. Ele ainda destacou que acredita, diante dos desafios da vida em família, “ser uma ilusão viver sem Deus”.

Com o tema deste ano, a CEPVF e a CNPF desejam levar aos participantes uma reflexão sobre a vivência da espiritualidade em família, tendo como referências a luz de Cristo e o Evangelho. “Não podemos viver somente com aquilo que nos oferecem. Precisamos de um ponto de referência maior, para sermos permanentemente alimentados na capacidade de amor, de doação e serviço recíproco no interior da família e na sociedade”, enfatiza dom Petrini.

Entre os conferencistas convidados estão o bispo de Palmas-Francisco Beltrão (PR) e doutor em Ciências Bíblicas, dom José Antônio Peruzzo. Ele falará sobre a espiritualidade da família. Foi convidada também a poetisa Adélia Prado, que dará seu testemunho sobre a vida em família.

Como nos anos anteriores, teremos uma missa televisionada pela TV Aparecida no domingo, 25/mai. Será a celebração das 8h, no Santuário Nacional. Está prevista também a apresentação da orquestra de jovens do Santuário durante o 4º simpósio.

Encontro de Casais com Cristo, Equipes de Nossa Senhora e Pastoral Familiar, juntos em favor da família

Fonte: site da CNBB (www.cnbb.org.br)

\"logos\"

Convocados pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF), no dia 09 de junho de 2013, os casais representantes nacionais do Encontro de Casais com Cristo (ECC), Equipes de Nossa Senhora (ENS) e Coordenação Nacional da Pastoral Familiar (PF), reuniram-se na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com a proposta de identificar e compartilhar ações evangelizadoras em favor da família.

Estavam presentes no encontro: o presidente da CEPVF e bispo de Camaçari, dom João Carlos Petrini; o bispo de Presidente Prudente (SP) e Assistente Eclesiástico Nacional do ECC, dom Benedito Gonçalves dos Santos, os assessores da CEPVF, padre Rafael Fornasier e padre  Wladimir Porreca; os casais da secretaria nacional do ECC, Aparecida e Joaquim Madalena, Marisa e Ésio Henrique Cardoso; e casal nacional das Equipes de Nossa de Senhora, Aparecida e Raimundo Araújo; e, por fim, o casal coordenador da Comissão Nacional Pastoral Familiar, Raimundo e Vera Leal.

\"reuniao_ECC\"Segundo dom Petrini, “o encontro proporcionou a abertura de um trabalho conjunto entre movimentos, serviços, pastorais e associações, que atuam na valorização da família”.

Na reunião, foi discutida a proposta de valorizar a atuação da família na Igreja e na sociedade, em especial na Semana Nacional da Família (SNF). De acordo o assessor da CEPVF, padre Wladimir Porreca, a proposta foi acolhida pelos participantes com o desejo de que a elaboração, a organização e a participação na SNF, possa acontecer com maior integração do ECC, das ENS e da PF, em todas as comunidades paroquiais.

Outro tema discutido, e acolhido entre os presentes, foi a proposta de elaborar, em conjunto, ações e eventos que se propõem a contribuir com a visibilidade da família no espaço público, bem como, incentivar e promover as comemorações do dia dos pais, das mães, dos avós e as datas festivas e civis.

Esta reunião constituiu o primeiro passo de um caminho de cooperação, aberto a outros movimentos, serviços e grupos de família.

Hora da Familia 2013

\"Capa

A Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF) apresentará na próxima reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) o subsídio Hora da Família 2013, cujo tema será “A transmissão e educação da fé cristã na família”.

“O tema deste ano é um dos temas mais importantes para a família que quer ver os filhos crescendo em sabedoria, estatura e graça como o evangelho fala de Jesus (cf Lc 2, 52)”, menciona o presidente da CEPVF, e bispo de Camaçari (BA), dom João Carlos Petrini.

O subsídio é utilizado principalmente na Semana Nacional da Família, momento privilegiado e já tradicional em todo o Brasil para a evangelização das famílias com temas direcionados à reflexão sobre seus valores e sobre os riscos que ela enfrenta nesses tempos de globalização e relativismo. Incentivando a difusão de mais esta edição do subsídio, dom Petrini convida as paróquias de todas as dioceses e arquidioceses: “Vamos todos juntos rezar e promover a família e todas as suas dimensões em especial nos relacionamentos entre pais e filhos”.

Como nos anos anteriores, a Hora da Família 2013 trará os textos para as reflexões, sugestões de celebrações, cantos, além de orientações sobre o projeto da Associações de Famílias, e a relação dos endereços eletrônicos de toda a organização da CEPVF.

(Com informações do site da CNBB)

Realizada em Sao Paulo a 36a Assembleia da Comissão Nacional da Pastoral Familiar

\"36a

Seguindo o tema do VII Encontro Mundial do Papa com as Famílias, que aconteceu em junho de 2012, na cidade de Milão, Itália, foi realizada a 36ª Assembleia da Comissão Nacional da Pastoral Familiar – CNPF. A família: o trabalho e a festa foi a motivação que levou bispos, padres, religiosos e leigos dos Regionais da CNBB que compõem a coordenação nacional da Pastoral Familiar até a Casa de Oração da Cidade Regina, das Irmãs Paulinas, na Rodovia Raposo Tavares, São Paulo.

O encontro teve início no final da tarde da sexta-feira, 09/nov, quando os participantes foram recebidos para a Santa Missa presidida por dom Raymundo Damasceno. Durante a homilia, o cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, enfatizou a importância da família e lembrou pontos importantes sobre o tema do Encontro Mundial. “É muito importante a reflexão dessa assembleia: família: trabalho e festa. Duas dimensões da vida humana.” O cardeal lembrou que o trabalho é feito para o homem para o sustento da casa e para o crescimento das capacidades da pessoa. E que a festa tem maior valor quando inserida na realidade da fé e do encontro dominical da família como Senhor. Seguiu-se o jantar e logo após a apresentação da programação a ser desenvolvida nos dois dias seguintes feita pelo casal coordenador nacional da pastoral, Vera e Raimundo Leal.

\"O

Os trabalhos do sábado foram abertos com a celebração da Santa Missa presidida pelo cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer. No dia dedicado à memória de são Leão I, que segundo dom Odilo foi um grande defensor da fé nos difíceis tempos do século quinto. Foi tomando como ponto de partida esse pensamento que o cardeal fez sua homilia ressaltando a questão da fé e retomando pontos de reflexão do Sínodo dos Bispos, realizado entre os dias 07 e 28/out, em Roma. A nova evangelização para a transmissão da fé cristã passa pela ação da família e na família no dia a dia. Dom Odilo ressaltou que não é somente o clero o responsável pela nova evangelização, mas toda a comunidade dos batizados: “Todos são chamados a ação santificadora, privilegiados por terem sido chamados a serem filhos de Deus, discípulos de Jesus Cristo, chamados à santidade, enviados em missão. Todos!” O cardeal participou do café da manhã com todos os participantes da assembleia.

Os trabalhos então foram sendo desenvolvidos em conformidade com a programação sugerida. Entre os assuntos tratados pelo grupo estiveram o a análise da caminhada da Pastoral Familiar no ano de 2012, a apresentação dos trabalhos a serem desenvolvidos em 2013 – entre eles a 5ª Peregrinação Nacional da Família em Aparecida e o 3º Simpósio da Família na Canção Nova -, e as novas publicações para o trabalho com os jovens e com as famílias. Também foram feitas diversas reflexões acerca da transmissão da fé pela família, concluindo que esse seria um tema privilegiado para o XIV Congresso Nacional da Pastoral Familiar que está previsto para ser realizado no em setembro de 2014, no Maranhão – Regional Nordeste 5.

\"Filósofo

Houve também, na manhã do sábado, uma conferência sobre a Teologia do Corpo, proferida pelo padre polonês, filósofo e professor do Pontifício Instituto pela Família “João Paulo II”, de Roma, Merecki Jaroslaw, que apresentou um breve apanhado do pensamento desenvolvido pelo Bem-aventurado papa João Paulo II desde a época em que era o cardeal. Os participantes puderam ter então um primeiro contato com essas catequeses que falam sobre a importância do corpo humano, que segundo o saudoso papa “revela no visível aquilo que é invisível”.

Estiveram presentes ao encontro, dom João Carlos Petrini, bispo de Camaçari e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família; dom Antonio Augusto Dias Duarte, bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, e membro da Comissão; dom Joaquim Justino Carreira, bispo de Guarulhos e também membro da Comissão; dom Emílio Pignoli, bispo emérito de Campo Limpo e responsável pela Pastoral Familiar do Regional Sul-1. Além destes, mais três bispos se fazem presentes: Philip Dickmans – Bisp Miracema do Tocantins (TO), Tarcisio Nascentes dos Santos – Bispo de Duque de Caxias (RJ), dom Segismundo Martinez Alvarez – Bispo de Corumbá (MS). Além deles, estiveram presentes os padres assessores nacionais da CNPF, Rafael Fornasieri, assessor eclesiástico para a vida e Wladimir Porreca, assessor eclesiástico para a família. Juntaram-se ao grupo mais seis padres assessores dos Regionais da CNBB e uma religiosa, ir. Ivonete Kurten, FSP, que assessora a Pastoral Familiar no Regional Sul-1.

O sábado foi encerrado com uma apresentação cultural de moda de viola que animou todos os participantes do evento.

\"Dom

No domingo, dom João Carlos Petrini presidiu a última missa do evento, e enfatizou em sua homilia alguns pontos importantes. Falou sobre a entrega se cada pessoa pelo bem do outro seguindo o exemplo de Jesus, pois a felicidade está fazer-se “dom sincero e total de si para o bem e felicidade de outros”. Falou também que “A nossa fé começa quando estamos diante dessa realidade e a percebemos. E começamos a intuir, a nos dar conta dessa presença decisiva (do exemplo de Jesus para nossa vida)”. Ele, refletindo ainda as leituras do domingo, reforçou que é preciso dar não somente do que sobre, mas daquilo que nos é essencial, partilhando. Na manhã do domingo foram feitas as últimas considerações, votações e foram dirimidas mais algumas dúvidas. Foi também finalizado e aprovado o calendário nacional da Pastoral Familiar para 2013. O encontro foi encerrado às 12h30 com o almoço.

Alguns dos participantes permaneceram na Casa de Oração, onde participarão até a quarta-feira, 14/nov, do Encontro Nacional de Formação para Assessores que tem como tema A família no magistério de João Paulo II com ênfase na Teologia do Corpo, que será feita pelo pe. Jaroslaw.

 

Dia Nacional de Valorização da Família

Dom João Carlos Petrini, Bispo de Camaçari-BA e presidente do Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família/CNBB, convida todas as pessoas que acreditam e amam a família para rezarem em suas casas, nas comunidades, nas Igrejas, em todos os lugares em que se busca promover a família a Oração para o Dia Nacional de Valorização da Família – 2012.

A primeira forma de valorizar a família é pedindo ao Criador da família que a abençoe e fortaleça suas relações domésticas. Vamos nos unir em oração no dia 21 de outubro, numa só voz e num só coração, pela valorização da família, a começar pela nossa Rezemos como família de Deus essa oração:

Oração para o Dia Nacional de Valorização da Família – 2012

“Família é o patrimônio da humanidade”
(Bento XVI, 2007)

Senhor Deus, nosso Pai amoroso e misericordioso, criastes-nos à Vossa imagem e semelhança, para a plenitude da vida em comunhão. Sabemos por experiência que a família constituída por um homem e uma mulher unidos por um vínculo indissolúvel e seus filhos, fundada sobre o matrimônio, é a melhor maneira de viver o amor humano, a maternidade e a paternidade. Ela é o caminho da plena realização humana e, ao mesmo tempo, constitui o bem mais decisivo para que a sociedade cresça na verdade e na paz, porque ela corresponde ao Vosso desígnio de amor.

Senhor Deus, Verbo Encarnado na família de Nazaré, escolhestes uma família como a nossa para habitar entre nós e compartilhar em tudo a nossa condição humana, menos o pecado. Viestes até nós para ser o nosso Redentor, para salvar a nós e a nossos filhos de atitudes e decisões insensatas, de caminhos de destruição e de morte, dos dramas que acompanham cada existência humana. Vinde para reavivar em nos o amor que se doa e fortalecer os vínculos de afeto recíproco, para que juntos construamos um mundo de gratuidade amorosa e de vida fraterna. Assim veremos florescer uma sociedade justa e solidária, que valoriza e ama a família, onde seja possível experimentar a felicidade verdadeira, até o dia em que chegaremos junto de Vós, no Vosso Reino de Paz definitiva. Nossa família, que constitui o bem mais precioso na nossa vida e o maior recurso da nação brasileira, está sendo descaracterizada e desvalorizada por diversas forças sociais e políticas, querendo assemelhá-la a qualquer união que ofereça afeto e cuidados. Até os pais correm perigo de serem desapropriados de sua responsabilidade educativa.

Senhor Deus, Divino Espírito Santo, vinde fortalecer nosso ardor evangélico, para sermos discípulos missionários de Jesus, portadores do seu amor e da sua potência divina que vence a morte. Pedimos-vos que nossa família se torne cada vez mais casa de comunhão, capaz de vencer os conflitos, escola da fé e dos valores humanos e sociais, lugar onde se partilham as esperanças e as lutas e se acompanha o crescimento de cada filho. Assim, nossa família será fonte de alegria e de beleza, nascente de satisfação e de força para construir positivamente o horizonte de realização de cada pessoa e o bem de toda a sociedade.

Ajudai-nos, Senhor a valorizar o grande dom que é a família, preservando-a dos males que a ameaçam e iluminai nosso caminho para superar os conflitos entre o trabalho a família e a festa, para promover a família cidadã, que auxilia a sociedade a superar a violência e a corrupção, a encontrar caminhos da paz.

 

Sagrada Família de Nazaré, Jesus, Maria e José, abençoai as nossas famílias brasileiras.

 

+Dom João Carlos Petrini
Bispo de Camaçari-BA
Presidente da Comissão Episcopal Pastoral
para a Vida e a Família/CNBB

BAIXE ESTA ORAÇÃO NO FORMATO PDF
PARA IMPRIMIR EM SUA IMPRESSORA
[Download id not defined]

Encerra-se o 10o Encontro Nacional

Dom Tarcísio fez o encerramento do 10o Encontro Nacional da Pastoral Familiar, relembrando o texto da primeira leitura do domingo. Uma novidade precisa ser associada à vida das famílias.

Houve um pouco antes a apresentação brilhante de padre Rafael sobre os desafios da defesa da vida. Em sua exposição ofereceu uma série de explicações e de sugestões de ações práticas para os agentes.

Houve um momento para a apresentação do projeto para um site da Comissão Nacional, exposto por André e Ritinha, que mostraram uma sugestão de solução e deixaram a cargo da Coordenação Nacional e dos padres assessores e bispos para a aprovação de iniciativa.

Também os grupos apresentaram o resultado do trabalho que realizaram no sábado à tarde. Padre Wladimir e padre Rafael finalizaram o momento de partilha e ofereceram indicações para a caminhada.

Um almoço de confraternização após a bênção de dom Tarcísio encerrou o evento.