Vaticano publica o Instrumentum Laboris para a XIV Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos

sinodo1

Foi apresentado hoje, 23/jun, o Instrumentum Laboris para a XIV Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, que acontecerá entre os dias 5 e 24/out/2015, no Vaticano.

Em cerca de 80 páginas estão apresentadas as linhas que serão discutidas diante do desafio do anúncio do Evangelho às famílias e da difusão da Boa Nova pelas famílias evangelizadas no meio do mundo.

Trata dos assuntos que mais preocupam a Igreja e que não são somente as questões dos Casos Especiais, mas também fala sobre a formação dos agentes e da construção de uma comunidade eclesial mais consciente de sua missão como Igreja povo de Deus.

Inclui-se também no documento a questão da fragilidade afetiva da pessoa e, consequentemente, das famílias, a questão da misericórdia, da caminhada cristã da penitência e do perdão.

Está em destaque também, como apareceu na lineamenta da assembleia de outubro de 2014, o caminho de preparação ao Sacramento do Matrimônio e o acompanhamento aos recém-casados.

As partes do documento:

PARTE I – ESCUTA DOS DESAFIOS NA FAMÍLIA

Capítulo I – A família e o contexto antropológico-cultural

  • O contexto sócio-cultural
  • A mudança antropológica
  • As contradições culturais
  • Contradições sociais
  • Fragilidade e força da família

 

Capítulo II – A família e o contexto sócio-econômico

  • A família recurso insubstituível da sociedade
  • As políticas em favor da família
  • O desafio de solidão e da precariedade (insegurança)
  • O desafio econômico
  • O desafio da pobreza e da exclusão social
  • O desafio ecológico

 

Capítulo III – Família e Inclusão

  • Idosos (A terceira idade)
  • O desafio de viuvez
  • A última temporada da vida e o luto na família
  • O desafio de deficiência
  • O desafio das migrações
  • Alguns desafios peculiar
  • A família e as crianças
  • O papel das mulheres

 

Capítulo IV – Família, afeto e vida

  • A importância da vida afetiva
  • A formação da afetividade
  • Fragilidade e imaturidade afetiva e emocional
  • O desafio da bioética
  • O desafio para a pastoral

 

PARTE II – O DISCERNIMENTO DA VOCAÇÃO FAMILIAR

Capítulo I – Família e pedagogia divina

  • O olhar de Jesus e da pedagogia divina na história da salvação
  • A Palavra de Deus na família
  • A pedagogia divina
  • Casamento natural e plenitude sacramental
  • Jesus e a família
  • A indissolubilidade, dom e tarefa
  • O estilo da vida familiar
  • A família no plano salvífico de Deus
  • União e fecundidade dos cônjuges
  • A família imagem da Trindade

 

Capítulo II – Família e vida da Igreja

  • A família nos documentos da Igreja
  • A dimensão missionária da família
  • A família caminho da Igreja
  • A medida divina do amor
  • A família em oração
  • Família e Fé
  • Catequese e família
  • A indissolubilidade do matrimônio e a alegria de viver juntos

 

Capítulo III – Família e caminho para a sua plenitude

  • O mistério criacional do matrimônio
  • Verdade e beleza da família e misericórdia para com as famílias feridas e frágeis
  • A ligação íntima entre a Igreja e a família
  • A família dom e tarefa
  • Ajudar a alcançar a plenitude
  • Os jovens e o medo de se casar
  • A misericórdia é a verdade revelada

 

PARTE III – A MISSÃO DA FAMÍLIA DE HOJE

Capítulo I – Família e evangelização

  • Anunciar  o Evangelho da família, hoje, em vários contextos
  • Ternura na família – ternura de Deus
  • A família sujeito da pastoral
  • A liturgia nupcial
  • A família obra de Deus
  • Conversão missionária e linguagem renovada
  • A mediação cultural
  • A Palavra de Deus fonte de vida espiritual para a família
  • A sinfonia das diferenças

 

Capítulo II – Família e formação

  • Preparação para o casamento
  • A formação dos futuros sacerdotes
  • A formação do clero e dos agentes pastorais
  • Familia e instituições públicas
  • O empenho sócio-político em favor da família
  • Pobreza e risco de usura
  • Conduzindo os nubentes no caminho de preparação para o casamento
  • Acompanhar os primeiros anos da vida matrimonial

 

Capítulo III – Família e acompanhamento

  • Cura pastoral das pessoas que vivem em união civil ou em coabitação
  • Em caminho para o sacramento nupcial
  • Curar as famílias feridas (separados, divorciados que não voltaram a casar, divorciados novamente casados, famílias monoparentais)
  • O perdão na família
  • “O grande rio de misericórdia”
  • A arte do acompanhamento
  • Os separados e divorciados fiéis ao vínculo
  • Deus nunca abandona
  • A simplificação de procedimentos e a importância da fé em causas de nulidade
  • A preparação dos operadores e o aumento dos tribunais
  • Linhas pastorais comuns
  • A integração dos divorciados novamente casados ​​civilmente na comunidade cristã
  • O caminho penitencial
  • A participação espiritual na comunhão eclesial
  • Casamentos mistos e com disparidade de culto
  • A peculiaridade da tradição ortodoxa
  • A atenção pastoral para as pessoas com tendências homossexuais

 

Capítulo IV – Família, generatividade, educação

  • A transmissão da vida e o desafio da desnatalidade
  • Responsabilidade generativa
  • Adoção e custódia
  • A vida humana mistério intangível
  • O desafio da educação e o papel da família na evangelização

 

CONCLUSÃO

 

O texto integral pode ser encontrado em http://www.vatican.va/roman_curia/synod/documents/rc_synod_doc_20150623_instrumentum-xiv-assembly_it.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *