Primeiro dia da 34ª Assembléia Nacional da Pastoral Familiar

[print_link] [email_link]

\"Missa

Começaram nesta sexta-feira, 04/jun, os trabalhos da 34ª Assembléia Nacional da Pastoral Familiar, organizada pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar e pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB.

Já no feriado da quinta-feira, 03/jun, dia de Corpus Christi, muitos dos coordenadores da Pastoral Familiar dos 17 Regionais da CNBB haviam chegado ao Centro de Treinamento de Lideranças, em Itapoã, Salvador (BA), que celebraram a missa festiva e depois fizeram um tour pela cidade de Salvador, como foi solicitado no último encontro nacional da Pastoral Familiar, realizado em Vila Velha, em novembro de 2009.

O tema a ser tratado na Assembléia é a questão do estudo teológico dos Casais em Segunda União, proposto como estudo a ser desenvolvido em 2010. Durante todo o dia, foram apresentadas reflexões dos responsáveis pelo Núcleo de Apoio e Reflexão.

Falou no primeiro momento Dóris e Léo, casal vice-coordenador e responsável pelo monitoramento dos temas anuais, apresentaram o que conseguiram colher de impressões pelo Brasil a respeito dos trabalhos com Casais em Segunda União.

Após, foi dada a palavra ao pe. Rafael Solano, da Arquidiocese de Londrina, que está coordenando os trabalhos do Núcleo de Apoio e Reflexão. Ele fez a leitura dos resultados dos encontros, reuniões e pesquisas feitas pelos participantes do núcleo.

Na parte da tarde, foi feito um trabalho em grupo para verificar como está o conhecimento, a ação e a opinião dos participantes da Assembléia para apoiar e ser incorporado ao estudo já realizado. Pe. Rafael fez um resumo de todo o material recebido dos participantes dos cinco grupos de trabalho e encerrou sua participação.

No final do dia, pe. Bento, com base no material apresentado e nos debates, propôs que tivéssemos duas alternativas para serem votadas: ou o grupo continuaria o estudo, ou desenvolveria um documento para ser apresentado aos bispos da CNBB, na reunião do conselho permanente, em outubro. Dom Petrini e dom Antonio Augusto indicaram que poderiam ser feitas as duas coisas, encarando-as como dois passos a serem dados na direção de uma proposta final para as equipes de Pastoral Familiar. A assembléia reunida concordou com a proposta e o tema foi encerrado.

Após o jantar, falou dom Petrini sobre a ação efetiva das famílias na busca de reais Políticas Públicas em prol das Famílias. Ele entregou um documento que contém um longo artigo sobre este tema que servirá para iluminar as reflexões da Pastoral Familiar nos Regionais.

A noite terminou com a oração feita pelo próprio dom Petrini.

10 pensamentos sobre “Primeiro dia da 34ª Assembléia Nacional da Pastoral Familiar

  • 5 de junho de 2010 em 14:26
    Permalink

    AGRADEÇO AS INFORMAÇÕES, ATRAVÉS DE VCS É QUE EU ESTOU PODENDO ACOMPANHAR O IMPORTANTE TRABALHO SOBRE FAMÍLIA EM SEGUNDA UNIÃO.

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 14:45
    Permalink

    SAudamos a todos os participantes da Assembléia Nacional. Que as decisões tomadas pelas lideranças possam ecoar no seio de nossas famílias tão sofridas e atingidas pelo drama da separação.

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 15:35
    Permalink

    PEDIR A DEUS QUE ILUMINE OS PARTICIPANTES DO CONGRESSO, PARA ENCAMINHAR UM PROCESSO DE VERDADEIRA ACOLHIDA E INTEGRAÇAO DOS CASAIS EM SEGUNDA UNIÃO,ESCLARECENDO A COMUNIDADE SOBRE O DIREITO DE TODOS OS BATISADOS PARTICIPAREM DO CORPO DA IGREJA.

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 15:43
    Permalink

    Estamos rezando pela 34ª assembleia Nacional da Pastoral Familiar, em que o Tema que estão sendo tratado, Casais em segunda união, onde desde 2005 vimos como Igreja, a urgencia nas dioceses desse trabalho para a evangelização e catequese, onde participamos de encontro e sentimos em Cristo que a visão ainda miope de nós casais engajados na Pastoral, do acolhimento sistematizado para que o Corpo de Cristo a sua Igreja não mais sofra com a marginalização dessas criaturas amadas de Deus, em que o alcance das estruturas que devem serem preparadas para um rapido encontro com esses casais que pelo sofrimento já experiencidados neles pela quebra da indissolubilidade do sacramento do matrimonio, e vivendo em estado de pecado mas não excluidos pelo Amor de Deus, e quando acolhidos amorosamente expressam esse sofrimento que podemos amenizá-los fazendo-os mergulhar no encontro da misericordia de Deus, caminhando mais preparados com a ajuda dos pastores e agentes da Pastoral Familiar. Que essa assembleia seja um forte anuncio através dos documentos que serão elaborados pelos participantes inspirados pelo Espirito Santo em favor de todos.
    Que Deus os ilumine e os abençõe para uma frutuosa e auspiciosa assembleia.

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 15:58
    Permalink

    Agradeço as informações da Assembleía Nacional recebidas, através do site da Pastoral Familiar. Fiquei impossilitado de participar desta Assembléia devido a trezena de Santo Antônio, Padroeiro da Catedral. Mais estou unido aos partipantes da Assembléia, através das minhas orações. Rogo a Sagrada Familía de Nazare, que interceda junto a Deus, para o bom exito dos trabalhos e propostas a serem apresentadas em beneficio da familia.

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 16:12
    Permalink

    Estou acompanhando o desenvolvimento da Assembléia e com muito entusiasmo percebendo as novas perspectivas para a Pastoral Familiar na Igreja do Brasil.
    Que O espírito ilumine todos os participantes

    ir. Ivonete Kurten, fsp

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 16:42
    Permalink

    Caros amigos,

    pesarosos por não poder estar presente, devido a minha recuperação(Wanderley), estamos unidos em oração, e temos a certeza que esta Assembleía resultara em ações concretas e frutuosas para a caminhada da Pastoral Familiar em todo Brasil
    Que a Sagrada Familia de Nazaré abençõe a todos.

    Célia e Wanderley Pinto
    Regional Sul 1

    Responder
  • 5 de junho de 2010 em 20:19
    Permalink

    Estamos acompanhando pela internet a Asembleia Nacional, com muita oracao e expectativa. Que o Espirito Santo elumine todos os participantes. Maria Lucia e Idivaldo, da Regiao Se (SP1)

    Responder
  • 8 de junho de 2010 em 19:04
    Permalink

    Parabéns por esta assembléia. É a pastoral familiar em movimento se abastecendo para atender as famílias da base.
    Um grande abraço a todos.

    Responder
  • 18 de junho de 2010 em 8:27
    Permalink

    Agradeço a DEUS a oportunidade de fazer parte desta pastoral
    Familiar e estar presente na Assembleia, que para nós é uma
    escola de formação e espiritualidade; principalmente esta que realizou-se em Salvador diante da imensidão do mar e muito verde. O proprio espaço nos conduz a uma grande reflexão como somos pequenos, mas reunidos e unidos seremos realmente intensos e vigorosos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *