Campanha da Fraternidade 2011 já está definida.

Em reunião realizada em Brasília, entre os dias 15 e 16 de junho, o Conselho Episcopal de Pastoral da CNBB (Consep) definiu o tema e o lema para a Campanha da Fraternidade 2011. \”Fraternidade e a vida no planeta\” será o tema da campanha, que terá a frase \”A criação geme em dores de parto\” como lema. No ano passado, o Conselho já havia escolhido o tema e o lema para 2010. No ano que vem a CF será ecumênica e terá como tema \”Economia e vida\” e o lema será \”Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro\”. A equipe também avaliou a CF 2009, \”Fraternidade e segurança pública\”. Leia mais

AFF apresenta projeto \”Aprendendo a amar\” à CNBB.

A organização internacional AFF – Aliance for Family – apresentou à CNBB, entre os dias 19 e 21 de junho, o projeto \”Aprendendo a amar\”. Esta iniciativa pretende apresentar uma opção para a educação afetiva e da sexualidade à sociedade brasileira, \”fundamentada na visão de pessoa humana à luz do Magistério da Igreja\”, conforme explicação da assessora de Projetos Sociais, Institucionais e Captação de Recursos da CNBB, Sônia Minder, coordenadora do projeto.
Leia mais

O Pré-matrimônio como base de famílias felizes.

\"Colaboradores

Aconteceu no dia 04 de abril, no auditório da Paulinas Livraria de Natal (RN), o curso \”Pré-matrimônio como base de famílias felizes\”. Foram assessores deste encontro o casal André e Ritinha, atualmente secretários da Sub-região SP-2, localizada no Regional Sul-1 (estado de São Paulo) e participantes da equipe de planejamento da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, que recentemente foram preparados como multiplicadores do INAPAF, em Barra Velha (SC).

O dia iniciou-se às 7h30, com a apresentação do livro \”Encontro para Novos Casais\” para os colaboradores da Paulinas Livraria de Natal. André, em um palestra de uma hora apresentou o projeto, as motivações e alguns resultados práticos do subsídio.

\"Agentes

A partir das 9 horas, mais de 50 pessoas quase lotaram o auditório da sobreloja da Rua João Pessoa nº 220, na capital potiguar. Presentes diversos Zonais e uma paróquia da diocese de Mossoró, distante 4h de viagem de Natal, que receberam muitas informações e puderam desenvolver um trabalho em grupo sobre o tema, que é prioritário para a Pastoral Familiar em 2009. Foram três exposições sobre o Setor, mostrando sua organização (\”A Pastoral Familiar e o Setor Pré-matrimônio\”), a necessidade da conquista das famílias, principalmente dos pais, independente de vestirem ou não a camisa da Pastoral Familiar (\”O Pré-matrimônio da casa à comunidade\”), e da forte ligação entre as equipes de Pré e Pós-Matrimônio em todas as paróquias (\”A importância da ligação entre os Setores Pré e Pós-matrimônio\”). Segundo o palestrante, a efetividade de trabalhos como os realizados na época da gestação (duas paróquias de Natal já utilizam o subsídio \”À Gestação\” da CNPF) e com os casais recém-casados dependem de como as equipes de Pré e Pós-matrimônio interagem na ação pastoral. Outro ponto destacado foi a opção que cada agente deve fazer em realizar o trabalho \”em Cristo\”, verdadeira motivação de toda a Igreja Católica, anunciando a Boa Nova para as famílias que atende.

Os participantes participaram de um momento de trabalho em grupos, logo após o almoço, onde avaliaram como estão os trabalhos do Setor e como poderão melhorá-lo. Ao final do dia, foi realizado um momento de espiritualidade, refletindo a necessidade da doação total ao projeto de Deus e ao resgate dos valores da família.

\"Palestra

Com uma carga horária de 7 horas, o curso ofereceu um certificado, fornecido por Paulinas a todos os participantes, que despediram-se do casal assessor com um breve momento de autógrafos de seu livro \”Encontro para Novos Casais\”, às 17 horas.

3º Ato Público em Defesa da Vida

\"Praça

Aconteceu, no último sábado, 28/mar, o 3º Ato Público em Defesa da Vida. Mais uma vez milhares de pessoas reuniram-se na Praça da Sé, em São Paulo, para manifestarem-se contra as horripilantes intenções dos grupos que desejam transformar a vida em algo descartável. Ou pior ainda: que pretendem fazer com que a vida seja medida somente pelo valor material ou pelo prazer que ela possa proporcionar. Esses grupos arquitetam no Congresso Nacional diversas leis para permitir, por exemplo, o aborto até o 9º mês de gravidez.

Diversos depoimentos sobre a manifestação apontam que houve tanta gente neste ano, quanto houve no ano passado. Destaque para diversos discursos dos convidados presentes ao palco montado na Sé. Havia uma expressiva participação da juventude, que alimenta a esperança de que o movimento em favor da vida não morrerá tão facilmente.

\"(Foto

Porém, este que vos escreve, por questões diversas não pôde estar presente à manifestação. Mas essa é a vantagem de estarmos em um site que também é um blog. Peço que os irmãos de caminhada que estiveram presentes na Praça da Sé façam seus comentários neste Post. Vamos dizer a todos o que aconteceu no 3º Ato Público em Defesa da Vida.

Para outros que não puderam ir, como eu, vai mais um endereço http://blogdafamiliacatolica.blogspot.com/2009/03/em-sua-3-edicao-o-grande-ato-publico-em.html onde se pode ver as fotos do evento.

Vamos fazer no site da Pastoral Familiar do Sul-1 o que os grandes meios de comunicação não fizeram: proporcionar ao 3º Ato Público o eco que ele merece!

(As fotos desta postagem foram tiradas do Blog da Família, e são de autoria de Paulo Roberto Campos, de São Paulo, SP, jornalista freelancer)

Nova coordenação nacional da Pastoral Familiar.

\"Foto

Foram escolhidos, na Assembléia Nacional da Pastoral Familiar, realizada em Brasília (DF), entre os dias 21 e 23 de novembro, a nova coordenação nacional da Pastoral Familiar.

O evento contou com a participação dos 17 regionais da CNBB e nosso Regional Sul-1 foi representado pelos casais Célia e Wanderley, que deixaram a coordenação nacional, Ângela e Guenka, e Ritinha e André, que trabalharam no apoio do evento.

Por 34 votos dos presentes, na sessão realizada no sábado, 22, o casal Vera e Raimundo, conhecido como Tico, do Regional Nordeste 3 (Bahia e Sergipe), foram escolhidos para ocuparem o cargo de coordenadores nacionais. Dóris e Léo, do Regional Centro-oeste, foram eleitos vice-coordenadores nacionais com 20 votos. Foram estruturadas outras equipes da CNPF, como a Assessoria de Planejamento, que ficará a cargo de Célia e Wanderley, e a Assessoria Pedagógica que estará representada por Ângela e Guenka, e Bosco e Eunides.

No mesmo dia foi aprovado o novo estatuto da Pastoral Familiar, que agora passará pela redação final e, em breve, estará disponível para consultas.

Na missa realizada no domingo, 23, dom Antônio Augusto, representando dom Orlando Brandes, Presidente da Comissão Episcopal para Vida e Família, deu posse e fez o envio da nova equipe.

Rezemos por todos eles e por nossa querida Pastoral Familiar, para que frutifique no Senhor.